cidadania23

É HOJE: Crise sanitária, SUS e democracia

O SUS como política pública de saúde e seus desafios em uma nação continental, multicultural e tão desigual. A conversa de hoje é sobre saúde para todos.

João Rodrigues, da equipe da FAP

A abrangência do SUS em uma nação continental e multicultural, além da crescente desigualdade entre as regiões são alguns dos desafios a serem enfrentados pelo país.

📲Acompanhe nosso seminário, a partir das 18h30.

Expositor

Luiz Antonio Santini

Coordenador

Marcus Pestana – ITV- PSDB

Debatedores

André Medici

Januario Montoni

Clique aqui e confira a programação.




Luciano Rezende: É preciso unir forças em defesa da democracia

"MDB, PSDB, DEM e Cidadania promovem seminário virtual para debater “Um novo rumo para o Brasil”

Luciano Rezende / Fundação Astrojildo Pereira

A maior demanda nesse momento é por alguém que aponte o caminho, alguém que lidere o nosso povo. As lideranças políticas nacionais precisam exercitar a racionalidade para poder atender as reais necessidades do povo brasileiro. A história nos ensina que radicalismos e extremos são incompatíveis com a boa gestão.

Atualmente, no Brasil, as pessoas fazem o debate político com os nervos à flor da pele. Nesse ambiente, não há espaço para um bom e generoso diálogo.  Já passou da hora de acalmar os ânimos! Por isso, as fundações e institutos ligados ao Cidadania, DEM, MDB e PSDB, organizam um ciclo de debates para pensar como promover o rumo do reencontro do país consigo mesmo. O seminário virtual ocorrerá até 27 de setembro, por meio do Facebook e Youtube .

É importantíssima essa reflexão sobre os novos rumos para o nosso país. Precisamos criar alternativas para combater a desigualdade social e fortalecer a democracia. O Brasil precisa priorizar o caminho do equilíbrio. As pautas do debate nacional não podem ser simbólicas e descoladas da realidade do dia-a-dia das pessoas.


CONFIRA OS WEBINÁRIOS JÁ REALIZADOS

QUINTO DIA - TEMA: MEIO-AMBIENTE



QUARTO DIA - SEGURANÇA PÚBLICA




TERCEIRO DIA - EDUCAÇÃO




SEGUNDO DIA - ECONOMIA




PRIMEIRO DIA - ABERTURA




Temos desafios que são muito relevantes como, por exemplo, a volta da inflação, o empobrecimento da população, as consequências da pandemia, o nosso sistema educacional que não consegue melhorar a sua qualidade, a crise na segurança pública, desemprego… Enfim, todos esses relevantes temas serão tratados no seminário virtual “Um novo rumo para o Brasil”, que começou com palestras dos ex-presidentes Fernando Henrique Cardoso, Michel Temer e José Sarney.

Veja toda a rica programação no site www.seminarionovorumo.com.br. Sem falar de gestores experientes, ex-ministros e líderes políticos que vivenciaram, cada um a seu tempo, inúmeros desafios e podem nos ajudar a fazermos uma reflexão ampla! O Brasil só vai superar seus desafios com diálogo.

Precisamos muito da boa política! E, a boa política se faz com comprometimento, valores e capacitação técnica. Da união de todos, nessa direção é que teremos a superação dos inúmeros desafios que o nosso país ainda enfrenta, 200 anos após a sua Independência. Então? Bora participar?!

(*) Luciano Rezende é médico, professor e foi prefeito de Vitoria (ES), de 2013 a 2020. Atualmente, é presidente do Conselho Curador da Fundação Astrojildo Pereira (FAP).

Confira a programação do Seminário

  • (Clique nas setas do visualizador abaixo ou clique aqui para abrir o pdf em uma nova janela do navegador):
    • (Para aumentar ou diminuir a visualização do pdf, clique na ferramenta zoom: símbolos + e -)


“Em defesa da democracia, contra a desinformação”

Fundações esclarecem, em nota, que a mobilização política, manifestações, comícios ou marchas cívicas são tarefas próprias dos partidos políticos organizados

Vinculadas a partidos do campo democrático, nove fundações divulgaram nota conjunta, neste sábado (18) para esclarecer reportagem do jornal O Estado de São Paulo, publicada no dia 15 de setembro de 2021, sob o título “Partidos acertam nova agenda de protestos e vão financiar campanha pelo impeachment”. O texto afirma que “fundações de formação política mantidas por nove partidos de oposição vão financiar a criação de publicações e materiais para difundir a campanha pelo impeachment do Presidente Jair Bolsonaro”. A nota, intitulada “Em defesa da democracia, contra a desinformação”, esclarece que a mobilização política, a organização de manifestações, comícios ou marchas cívicas escapam às finalidades das fundações, constituindo tarefas próprias dos partidos políticos organizados.

Confira a íntegra do texto:

  • (Para aumentar ou diminuir a visualização do pdf, clique na ferramenta zoom: símbolos + e )


Milton Seligman analisa desafios do mercado de trabalho; ouça podcast

Ex-ministro da Justiça é um dos expositores do seminário “Um novo rumo para o Brasil”, organizado pelas fundações e institutos do MDB, PSDB, DEM e Cidadania”

João Rodrigues, da equipe da FAP

O seminário “Um Novo Rumo para o Brasil” começou nesta semana e segue até 27 de setembro, com transmissão pelo Youtube e Facebook da FAP, sempre a partir das 18h30. No primeiro dia do ciclo de palestras, o encontro reuniu os ex-presidentes José Sarney, Fernando Henrique Cardoso e Michel Temer.

Com o tema “Equidade, mercado de trabalho e democracia”, na próxima quarta-feira (22), o evento virtual terá a presença do ex-ministro da Justiça Milton Seligman, convidado desta semana do podcast Rádio FAP. Seligman ocupou cargos nos governos Sarney e FHC. Também exerceu funções executivas em empresas multinacionais. Atualmente, é consultor e professor universitário.

OUÇA O PODCAST



Os 14,4 milhões desempregados no Brasil, a má formação profissional e a importância do Estado Democrático de Direito estão os temas do podcast. O episódio conta com áudios do Jornal Hoje, da TV Globo, canal Novo Rumo Brasil, no Youtube, JOTA PRO Poder e TV Brasil.

O Rádio FAP é publicado semanalmente, às sextas-feiras, em diversas plataformas de streaming como Spotify, Youtube, Google Podcasts, Ancora, RadioPublic e Pocket Casts. O programa tem a produção e apresentação do jornalista João Rodrigues. A edição-executiva é de Renato Ferraz.

Seminário virtual “Um novo rumo para o Brasil”
Data:
Até 27 de setembro
Horário: 18h30 às 20h
Acompanhe on-line: http://www.seminarionovorumo.com.br/




Raimundo Benoni convida para seminário "Um novo rumo para o Brasil"

Diretor Financeiro da FAP e vice-prefeito de Salinas (MG), Raimundo Benoni convida para o evento virtual que ocorre até 27 de setembro.

João Rodrigues, da equipe da FAP

Foi por acreditar no diálogo, no entendimento e na necessidade de uma ampla união de forças democráticas, capazes de sustentar um programa de mudanças, que as Fundações e Institutos do MDB, PSDB, DEM e CIDADANIA organizam um ciclo de debates para pensar como promover o rumo do reencontro do país consigo mesmo.

Clique aqui e confira a programação.

Confira o vídeo de Raimundo Benoni, diretor Financeiro da FAP e vice-prefeito de Salinas (MG).




Ex-presidentes defendem democracia e pacificação do país

Sarney, FHC e Temer pregam diálogo entre Poderes para superação da crise institucional

João Rodrigues, da equipe da FAP

Nesta quarta-feira (15), primeiro dia do seminário “Um novo rumo para o Brasil”, os ex-presidentes da República José Sarney (1985-1990), Fernando Henrique Cardoso (1995-2002) e Michel Temer (2016-2018) defenderam diálogo para pacificação do país e apontaram a busca por entendimento como solução para a estabilidade do ambiente político. Os ex-presidentes também defenderam paz pelas vias constitucionais.

Clique aqui e confira a programação.




É HOJE: Identidade de gênero, diversidade e democracia

As discussões acerca do respeito à identidade de gênero e à diversidade sexual terão destaque na noite desta sexta-feira (24) no seminário “Um novo rumo para o Brasil”

João Rodrigues, da equipe da FAP

📲Acompanhe nosso seminário, a partir das 18h30.

Expositora
Marta Suplicy

Coordenadora
Deputada Professora Dorinha - ILEC – DEM

Debatedores
Luiz Roberto Mott
Eliseu Neto
Rosane Borges

Clique aqui e confira a programação.




É HOJE: Equidade, mercado de trabalho e democracia

A sociedade exige oportunidades igualitárias para a participação de todo e qualquer brasileiro no centro do processo democrático.

João Rodrigues, da equipe da FAP

As políticas públicas, o setor privado e a sociedade acirram um diálogo em torno das oportunidades igualitárias para possibilitar a participação de todo e qualquer brasileiro no centro do processo democrático.

📲Acompanhe nosso seminário, a partir das 18h30.

Expositor

Milton Seligman

Coordenador

João Rodrigues, da equipe da FAP

Moreira Franco – FUG – MDB

Debatedores

Gabriela Cruz Lima Ivanir dos Santos

Clique aqui e confira a programação.

https://www.youtube.com/embed/o4qlf64pVto

Faltam dois dias para o seminário “Um Novo Rumo para o Brasil”

Precisamos falar sobre Democracia. Essa é uma conversa que interessa a todos os brasileiros. E você é nosso convidado especial.

João Rodrigues, da equipe da FAP

Foi por acreditar no diálogo, no entendimento e na necessidade de uma ampla união de forças democráticas, capazes de sustentar um programa de mudanças, que as Fundações e Institutos do MDB, PSDB, DEM e CIDADANIA organizam um ciclo de debates para pensar como promover o rumo do reencontro do país consigo mesmo.

🗓️ 15 a 17 e 20 a 27 de setembro.

⏰Horário: 18h30 às 20h.

Evento terá transmissão aberta ao vivo nas redes sociais, por plataforma digital (Facebook e Youtube).

Clique aqui e confira a programação.

https://www.youtube.com/embed/DG7E2C4T55Y

Vem aí o Seminário “Um Novo Rumo Para o Brasil”

Ao longo de oito dias, especialistas debaterão temas relevantes para colocar o Brasil em movimento e retomar o crescimento.

João Rodrigues, da equipe da FAP

Cada um tem seu jeito, mas todos falam a mesma língua: a que defende a Democracia. Não fique de fora dessa conversa, pois ela também diz respeito a você. Inscreva-se gratuitamente em www.seminarionovorumo.com.br e participe com a sua opinião!

Clique aqui e confira a programação.

🗓️ 15 a 17 e 20 a 27 de setembro.
⏰Horário: 18h30 às 20h.
➡️ Evento terá transmissão aberta ao vivo nas redes sociais, por plataforma digital (Facebook e Youtube).




Disputa pelo mercado de trabalho será marcada por competências, não títulos, diz Nelson Tavares Filho

Cleomar Almeida, Coordenador de Publicações da FAP

Com carreira no Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e ex-secretário da Fazenda do Rio Grande do Norte, o economista Nelson Tavares Filho diz que “está havendo uma total mudança nas relações trabalhistas” no Brasil. “A questão maior agora é que as pessoas vão disputar o mercado de trabalho pelas suas competências, não mais pelo título”, afirma.

Confira o vídeo!

https://www.facebook.com/fundacaoastrojildofap/videos/793882214894824/

De acordo com ele, a habilidade para apresentar resultados passará a valer mais. “A competência para atender a determinadas demandas será fundamental”, afirma. “Obviamente, numa perspectiva de que a carteira assinada será quase um luxo de uma minoria, de 30% ou 40% [do total de trabalhadores]”, assevera.

Ele vai debater o papel dos sindicatos e o novo mundo do trabalho, no segundo encontro da série de webinar mensal sobre os 100 anos do Partido Comunista Brasileiro (PCB), que serão comemorados em março de 2022. O evento online será realizado pela Fundação Astrojildo Pereira (FAP). Veja mais detalhes ao final desta reportagem.

“Olhar atualizado”

Mediadora do debate, a diretora executiva da FAP e presidente do Sindicato dos Bancários de Campinas (SP)Ana Stela Alves de Lima considera necessário “que o olhar sobre os trabalhadores se atualize”.

Ana Stela ressalta a maior possibilidade de celebração de acordos de trabalho diferenciados que contemplem trabalhadores e empresas, se os sindicatos tiverem um “olhar contemporâneo”, embora a reforma trabalhista permita inovações contratuais.


Podcasts da Rádio FAP – 100 anos do PCB


“Para que isso ocorra, é necessário compreender que não haverá volta à segurança da CLT, em todo o mundo do trabalho brasileiro. E os sindicatos são ainda uma forma de organizar estes trabalhadores”, assevera a presidente do sindicato.

Nelson, por sua vez, acredita que “a mão de obra mais bem formada está em xeque”. “E como vai ser daqui a 10 anos é uma incógnita”, observa. “Os direitos do trabalhador serão reformulados, uns acabarão, outros permanecerão, outros surgirão também”, ressalta.

Avançar

Ana Stela pontua, ainda, que considera importante a discussão sobre o avanço dos sindicatos em relação a questões não somente corporativas, como a defesa do Sistema Único de Saúde (SUS).

“É preciso avançar na defesa da educação pública e outros temas. A luta puramente corporativa não politiza os trabalhadores e cria guetos”, acentua a bancária.

Em relação à história do PCB, o economista diz que “o partidão foi uma universidade”. “[O partido] ensinava você a interpretar a conjuntura política, e a militância no partido era de fundamental importância”, ressalta Nelson.

 


Série de webinar – 100 anos do Partido Comunista Brasileiro (PCB)https://www.facebook.com/fundacaoastrojildofap/videos/1433013897045004/


A seguir, confira a relação de participantes do webinar:

Ana Stela Alves de Lima:  mediadora, bancária, presidente do Sindicato dos Bancários de Campinas (SP) e diretora da FAP.
Lucília Neves Delgado: historiadora, professora da UnB e palestrante principal.
Nelson Tavares Filho: economista, aposentado pelo BNDES e ex-secretário da Fazenda do Rio Grande do Norte.
Comentaristas: Davi Zaia, Enilson Simões de Moura, Roberto Percinoto, Tarcísio Tadeu.

 

SERVIÇO

Webinar 100 Anos de PCB: Os sindicatos e o novo mundo do trabalho
Dia: 30/4/2021
Horário da transmissão: das 19h às 21h
Onde:  portal da FAP e redes sociais da entidade (Youtube e Facebook)

OBS: Os arquivos dos debates da Fundação Astrojildo Pereira ficam disponíveis para o público no portal e nas redes sociais da entidade, por tempo indeterminado

 

Leia também:

Luiz Werneck Vianna explica, na RádioFAP, os riscos da crise militar para a democracia brasileira

RádioFAP: Centenário do PCB é tema do primeiro podcast da Fundação Astrojildo Pereira

‘Passado maldito está presente no governo Bolsonaro’, diz Luiz Werneck Vianna

‘Lutar pelo SUS é a tarefa imediata da esquerda democrática’, diz Luiz Sérgio Henriques

Lição de 1964 marca luta do PCB por ampla frente democrática no país


Disputa pelo mercado de trabalho será marcada por competências, não títulos, diz Nelson Tavares Filho

Economista vai debater os sindicatos e o novo mundo do trabalho no segundo webinar da FAP sobre os 100 anos do PCB

Cleomar Almeida, Coordenador de Publicações da FAP

Com carreira no Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e ex-secretário da Fazenda do Rio Grande do Norte, o economista Nelson Tavares Filho diz que “está havendo uma total mudança nas relações trabalhistas” no Brasil. “A questão maior agora é que as pessoas vão disputar o mercado de trabalho pelas suas competências, não mais pelo título”, afirma.

De acordo com ele, a habilidade para apresentar resultados passará a valer mais. “A competência para atender a determinadas demandas será fundamental”, afirma. “Obviamente, numa perspectiva de que a carteira assinada será quase um luxo de uma minoria, de 30% ou 40% [do total de trabalhadores]”, assevera.

Ele vai debater o papel dos sindicatos e o novo mundo do trabalho, no segundo encontro da série de webinar mensal sobre os 100 anos do Partido Comunista Brasileiro (PCB), que serão comemorados em março de 2022. O evento online será realizado pela Fundação Astrojildo Pereira (FAP). Veja mais detalhes ao final desta reportagem.


Podcasts da Rádio FAP - 100 anos do PCB


“Olhar atualizado”

Mediadora do debate, a diretora executiva da FAP e presidente do Sindicato dos Bancários de Campinas (SP), Ana Stela Alves de Lima considera necessário “que o olhar sobre os trabalhadores se atualize”.

Ana Stela ressalta a maior possibilidade de celebração de acordos de trabalho diferenciados que contemplem trabalhadores e empresas, se os sindicatos tiverem um “olhar contemporâneo”, embora a reforma trabalhista permita inovações contratuais.

“Para que isso ocorra, é necessário compreender que não haverá volta à segurança da CLT, em todo o mundo do trabalho brasileiro. E os sindicatos são ainda uma forma de organizar estes trabalhadores”, assevera a presidente do sindicato.

Nelson, por sua vez, acredita que “a mão de obra mais bem formada está em xeque”. “E como vai ser daqui a 10 anos é uma incógnita”, observa. “Os direitos do trabalhador serão reformulados, uns acabarão, outros permanecerão, outros surgirão também”, ressalta.


Série de webinar - 100 anos do Partido Comunista Brasileiro (PCB)




Avançar

Ana Stela pontua, ainda, que considera importante a discussão sobre o avanço dos sindicatos em relação a questões não somente corporativas, como a defesa do Sistema Único de Saúde (SUS).

“É preciso avançar na defesa da educação pública e outros temas. A luta puramente corporativa não politiza os trabalhadores e cria guetos”, acentua a bancária.

Em relação à história do PCB, o economista diz que “o partidão foi uma universidade”. “[O partido] ensinava você a interpretar a conjuntura política, e a militância no partido era de fundamental importância”, ressalta Nelson.

 

A seguir, confira a relação de participantes do webinar:

Ana Stela Alves de Lima:  mediadora, bancária, presidente do Sindicato dos Bancários de Campinas (SP) e diretora da FAP.
Lucília Neves Delgado: historiadora, professora da UnB e palestrante principal.
Nelson Teixeira: economista, aposentado pelo BNDES e ex-secretário da Fazenda do Rio Grande do Norte.
Comentaristas: Davi Zaia, Enilson Simões de Moura, Roberto Percinoto, Tarcísio Tadeu.

 

SERVIÇO

Webinar 100 Anos de PCB: Os sindicatos e o novo mundo do trabalho
Dia: 30/4/2021
Horário da transmissão: das 19h às 21h
Onde:  portal da FAP e redes sociais da entidade (Youtube e Facebook)

OBS: Os arquivos dos debates da Fundação Astrojildo Pereira ficam disponíveis para o público no portal e nas redes sociais da entidade, por tempo indeterminado

 

Leia também:

Luiz Werneck Vianna explica, na RádioFAP, os riscos da crise militar para a democracia brasileira

RádioFAP: Centenário do PCB é tema do primeiro podcast da Fundação Astrojildo Pereira

‘Passado maldito está presente no governo Bolsonaro’, diz Luiz Werneck Vianna

‘Lutar pelo SUS é a tarefa imediata da esquerda democrática’, diz Luiz Sérgio Henriques

Lição de 1964 marca luta do PCB por ampla frente democrática no país