Cineclube Vladimir Carvalho indica filmes sobre racismo e violência policial

Unidade mantida pela FAP pretende colaborar com combate ao racismo, que voltou a ser assunto de polêmica nesta semana.
Share on email
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Arte: FAP
Arte: FAP

Unidade mantida pela FAP pretende colaborar com combate ao racismo, que voltou a ser assunto de polêmica nesta semana

Cleomar Almeida, assessor de comunicação da FAP

O Cineclube Vladimir Carvalho, mantido pela FAP (Fundação Astrojildo Pereira), em Brasília, continua a indicar filmes sobre racismo e violência policial, no mês de agosto. No Brasil, a luta contra esse crime foi envolvida em uma polêmica após a historiadora e antropóloga Lilia Schwarcz publicar um artigo de opinião na Folha de S.Paulo, criticando a cantora Beyoncé pelo novo álbum “Black is King”, lançado na última sexta-feira (31).

A historiadora foi chamada de racista pelo movimento negro e nas redes sociais por dizer, no título, que Beyoncé erra ao “glamourizar a negritude” no novo álbum e “precisa entender” a fazer uma luta antirracista que não envolva “pompa” e “brilho”. Depois das críticas, Lilia pediu desculpas e disse que a Folha também deveria assumir a responsabilidade por ser autora do título e do subtítulo.

Negros e negras são 56% da população brasileira, segundo o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), mas são minoria em posições de liderança no mercado de trabalho e entre representantes políticos. Por outro lado, de acordo com o Atlas da Violência, são 75% das vítimas de homicídio, inclusive por parte da polícia, e compõem mais de 60% da população carcerária.

A seguir, veja sugestões de filmes sobre racismo e violência policial:

MISSISSIPI EM CHAMAS
SINOPSE:
Mississipi, 1964. Rupert Anderson (Gene Hackman) e Alan Ward (Willem Dafoe) são dois agentes do FBI que estão investigando a morte de três militantes dos direitos civis. As vítimas viviam em uma pequena cidade onde a segregação divide a população em brancos e pretos e a violência contra os negros é uma tônica constante.
Ano: 1989
Duração: 2h 08min / Drama, Suspense
Direção: Alan Parker
Elenco: Willem Dafoe, Gene Hackman, Frances McDormand
Nacionalidade: EUA


HISTÓRIAS CRUZADAS
SINOPSE:
Jackson, pequena cidade no estado do Mississipi, anos 60. Skeeter (Emma Stone) é uma garota da sociedade que retorna determinada a se tornar escritora. Ela começa a entrevistar as mulheres negras da cidade, que deixaram suas vidas para trabalhar na criação dos filhos da elite branca, da qual a própria Skeeter faz parte. Aibileen Clark (Viola Davis), a emprega da melhor amiga de Skeeter, é a primeira a conceder uma entrevista, o que desagrada a sociedade como um todo. Apesar das críticas, Skeeter e Aibileen continuam trabalhando juntas e, aos poucos, conseguem novas adesões.
Data: 2012
Duração: 2h 26min / Drama
Direção: Tate Taylor
Elenco: Emma Stone, Jessica, Chastain, Viola Davis
Nacionalidades: EUA, Índia, Emirados Árabes Unidos


O MENINO QUE DESCOBRIU O VENTO
SINOPSE:

Sempre esforçando-se para adquirir conhecimentos cada vez mais diversificados, um jovem de Malawi se cansa de assistir todos os colegas de seu vilarejo passando por dificuldades e começa a desenvolver uma inovadora turbina de vento.
Data: 2019
Duração: 1h 53min / Drama
Direção: Chiwetel Ejiofor
Elenco: Maxwell Simba, Chiwetel Ejiofor, Aïssa Maïga
Nacionalidades EUA, Malawi, França, Reino Unido


RAY
SINOPSE:

Em 1932 Ray Charles (Jamie Foxx) nasce em Albany, uma pequena e pobre cidade do estado da Georgia. Ray fica cego aos 7 anos, logo após testemunhar a morte acidental de seu irmão mais novo. Inspirado por uma dedicada mãe independente, que insiste que ele deve fazer seu próprio caminho no mundo, Ray encontrou seu dom em um teclado de piano. Fazendo um circuito através do sudeste, ele ganha reputação. Sua fama explode mundialmente quando, pioneiramente, incorpora o gospel , country e jazz, gerando um estilo inimitável. Ao revolucionar o modo como as pessoas apreciam música, ele simultaneamente luta conta a segregação racial em casas noturnas que o lançaram como artista. Mas sua vida não está marcada só por conquistas, pois sua vida pessoal e profissional é afetada ao se tornar um viciado em heroína.
Data: 2005
Durção: 2h 32min / Drama, Musical
Direção: Taylor Hackford
Elenco: Jamie Foxx, Kerry Washington, Regina King
Nacionalidade: EUA


MALCOLM X
SINOPSE:

Biografia do famoso líder afro-americano (Denzel Washington) que teve o pai, um pastor, assassinado pela Klu Klux Klan e sua mãe internada por insanidade. Ele foi um malandro de rua e enquanto esteve preso descobriu o islamismo. Malcolm faz sua conversão religiosa como um discípulo messiânico de Elijah Mohammed (Al Freeman Jr.). Ele se torna um fervoroso orador do movimento e se casa com Betty Shabazz (Angela Bassett). Malcolm X ora uma doutrina de ódio contra o homem branco até que, anos mais tarde, quando fez uma peregrinação à Meca abranda suas convicções. Foi nesta época que se converteu ao original islamismo e se tornou um “Sunni Muslim”, mudando o nome para El-Hajj Malik Al-Shabazz, mas o esforço de quebrar o rígido dogma da Nação Islã teve trágicos resultados.
Data: 1993
Duração: 3h 21min / Biografia,
Drama, Histórico
Direção: Spike Lee
Elenco: Nelson Mandela, Denzel Washington, Albert Hall
Nacionalidade EUA


SELMA – UMA LUTA PELA IGUALDADE
SINOPSE:

Cinebiografia do pastor protestante e ativista social Martin Luther King, Jr (David Oyelowo), que acompanha as históricas marchas realizadas por ele e manifestantes pacifistas em 1965, entre a cidade de Selma, no interior do Alabama, até a capital do estado, Montgomery, em busca de direitos eleitorais iguais para a comunidade afro-americana.
Data: 2015
Duração: 2h 08min /
Drama, Histórico, Biografia
Direção: Ava DuVernay
Elenco: David Oyelowo, Tom Wilkinson, Carmen Ejogo
Nacionalidades Reino Unido, EUA


ÔNIBUS 174
SINOPSE:

Uma investigação cuidadosa, baseada em imagens de arquivo, entrevistas e documentos oficiais, sobre o seqüestro de um ônibus em plena zona sul do Rio de Janeiro. O incidente, que aconteceu em 12 de junho de 2000, foi filmado e transmitido ao vivo por quatro horas, paralisando o país. No filme a história do seqüestro é contada paralelamente à história de vida do seqüestrador, intercalando imagens da ocorrência policial feitas pela televisão. É revelado como um típico menino de rua carioca transforma-se em bandido e as duas narrativas dialogam, formando um discurso que transcende a ambas e mostrando ao espectador porque o Brasil é um país é tão violento.
Data: 2002
Duração: 2h 13min / Documentário
Direção: José Padilha, Felipe Lacerda
Nacionalidade Brasil

Leia mais:

Racismo: Cineclube Vladimir Carvalho indica filmes para ver após manifestações

Privacy Preference Center