O #ProgramaDiferente acompanha audição pública para “Os Miseráveis”, ouve os atores e mostra um pouco do mundo de sonhos dos musicais

Share on email
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter

O #ProgramaDiferente acompanhou uma audição pública concorridíssima em São Paulo para a segunda grande montagem do musical “Os Miseráveis” no Brasil (15 anos após a estreia nacional e sucesso no mundo todo há 31 anos). A reportagem ouviu os candidatos na fila antes dos testes e mostra um pouquinho do mundo de sonhos dos musicais. Assista.

O musical “Les Misérables”, baseado no romance épico do francês Victor Hugo, foi composto por Claude-Michel Schönberg em 1980, com libreto de Alain Boublil e letras de Herbert Kretzmer. Em 1985 estreou a adaptação inglesa produzida por Cameron Mackintosh, dirigida por Trevor Nunn e John Caird, com letras de Herbert Ktretzmer e material adicional de James Fenton. A versão brasileira realizada em 2001 tem letras e produção deClaudio Botelho.

O sucesso de “Les Mis” não se limitou ao teatro. Aclamado na Broadway, originou também uma superprodução premiada de Hollywood, na versão do musical para o cinema num filme vencedor de três prêmios Oscar, com direção de Tom Hooper e estrelado por Hugh Jackman, Russel Crowe, Anne Hathaway, Eddie Redmayne, Amanda Seyfried, Sacha Baron Cohen e Helena Bonham Carter. Mas há uma quantidade incontável de adaptações do romance para o teatro, o cinema e a TV.

Através da história de Jean Valjean na França do século XIX, no período entre a derrota de Napoleão, em 1815, e os motins de 1832, o romance narra a miséria, os dramas, os amores e os ideais revolucionários de diferentes gerações, com personagens inesquecíveis como o Inspetor Javert, Fantine, Cosette, Marius, Éponine, Enjolras,Gavroche e o casal Thénardier.

Com fãs de todas as idades, suas músicas estão espalhadas pela internet, em versões para o teatro, o cinema e até em programas de calouros na TV, como foi o caso de Susan Boyle, que se tornou célebre em 2009 pela sua participação no programa Britain´s Got Talent cantando “I dreamed a dream”.

Outro fato curioso: a primeira apresentação do musical “Os Miseráveis” na cidade de São Paulo foi em 1995, muito antes do sucesso na inauguração do Teatro Abril (hoje Teatro Renault), em 2001. Era a montagem de um grupo amador do interior paulista, a Cia. Canto Vivo, que se apresentava no Teatro Polytheama, em Jundiaí, sob direção cênica de Wagner Nacarato e direção vocal de Cláudia de Queiroz.

Após assistir uma apresentação no teatro do Colégio Nossa Senhora Menina, na Mooca, o jornalista Mauricio Huertas, fã do musical, publicou reportagem sobre a montagem pioneira em São Paulo,  levou pessoalmente o grupo ao então secretário da Cultura, Rodolfo Konder, em plena gestão do prefeito Paulo Maluf, e conseguiu agendar apresentações no Teatro Municipal Paulo Eiró, em Santo Amaro. Veja aqui uma apresentação do grupo no programa do Jô Soares, divulgando o musical, em novembro de 1995.

Privacy Preference Center