Debate sobre o sistema político da Suécia: uma reflexão oportuna para o Brasil atual

Share on email
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
parlamentosueco1

Marcado para o dia 8 de junho, evento apresentará e discutirá um modelo em que os políticos não têm mordomias e ganham apenas 50% de um professor primário. Participe!

Um país onde os políticos andam de ônibus e bicicleta, carregam seu computador pessoal para o trabalho, cuidam da casa e da própria roupa, cozinham e vivem modestamente em apartamentos funcionais de 18 metros quadrados. E onde um deputado, por exemplo, ganha apenas 50% a mais do que um professor primário.

Essa é a realidade da Suécia, uma nação pobre até o início do século XX e que hoje está entre as mais justas, sustentáveis, transparentes e democráticas do mundo.

Para apresentar e discutir como a sociedade sueca conseguiu se estruturar para manter esse sistema político, que não prevê excelências nem mordomias aos representantes do povo e que facilita a ampla participação da sociedade, convidamos para um encontro no próximo dia 8 de junho.

Reflexão mais do que oportuna diante da atual conjuntura política no Brasil.

No encontro, o cônsul geral da Suécia, Renato Pacheco Neto, fará uma palestra sobre o assunto. Após sua apresentação, será aberta a palavra para perguntas do público.

A iniciativa é da Rede Nossa São Paulo, do Instituto Ethos, da Rede de Ação Política pela Sustentabilidade (RAPS) e do Consulado Geral da Suécia em São Paulo.

Serviço:

Debate sobre o sistema político da Suécia: uma reflexão oportuna para o Brasil atual
Data: dia 8 de junho de 2016
Horário: das 10h00 às 12h30
Local: Sesc Vila Mariana
Endereço: Rua Pelotas, 141 – Vila Mariana (Estação do Metrô mais próxima Ana Rosa)

Clique aqui para confirmar presença.

Agende-se e participe!

Privacy Preference Center