25 anos: PPS homenageia militantes, dirigentes e parlamentares com medalha

Share on email
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
medalha 25 anos PPS

O PPS (Partido Popular Socialista) entregou nesta sexta-feira (24), em sessão solene na Câmara dos Deputados em homenagem aos 25 anos da fundação do partido, medalhas alusivas a data para 25 pessoas que contribuíram com a construção e a atuação do partido neste período. A honraria foi entregue pelo presidente do partido, Davi Zaia, o secretário-geral, Wober Junior e o secretário de Finanças, Regis Cavalcante.

Na solenidade, o membro do Diretório Nacional e dirigente histórico do partido, Gilvan Cavalcanti, falou em nome dos demais militantes homenageados. Ele destacou que o PPS é um partido marcado pelo pluralismo político e ideológico. Segundo Gilvan, a principal missão da legenda é continuar no combate pela afirmação da democracia brasileira.

“É muita responsabilidade falar em nome dos companheiros e companheiras. Responsabilidade porque o PPS, da diversidade e do pluralismo político e ideológico, foi resultado de um congresso histórico que rompeu com a política que vinha ocorrendo até ali. Ajudei com a criação do PPS para romper com aquela fase do socialismo real. Esse é o DNA do PPS. Por isso somos combativos . Quando começamos a defender a democracia, nos trataram como traidores do socialismo. É bom recordar para não ficar esquecido”, disse.

Veja abaixo a relação dos agraciados com a medalha de 25 anos do PPS.

Roberto Freire

É ministro da Cultura. Nascido em Pernambuco, advogado de profissão, foi deputado estadual, deputado federal e senador. Também foi presidente do PPS. Considerado um dos políticos mais influentes do Brasil, Freire participou ativamente da redemocratização do Brasil e foi um dos 10 parlamentares mais atuantes da Constituinte de 1988.

Rubens Bueno

É deputado federal e presidente estadual do PPS no Paraná. Professor graduado em Letras, já foi prefeito de Campo Mourão (PR), secretário estadual de Justiça, Trabalho e Ação Social e deputado estadual. Como líder do PPS na Câmara dos Deputados atuou firmemente na oposição ao governo do PT.

Raul Jungmann

É ministro da Defesa. Natural de Pernambuco, já foi secretário estadual de planejamento em seu estado, presidente do Ibama, ministro extraordinário de Política Fundiária, presidente do Incra, ministro do Desenvolvimento Agrário, deputado federal e vereador de Recife. Participou ativamente das Diretas Já e é umas das principais lideranças do PPS.

Eliseu Neto

É psicanalista, psicólogo, psicopedagogo e diretor do Grupo de Pesquisa e Prática Clínica Orientado, no qual atua como professor e coordenador. No PPS é uma das principais vozes em defesa dos direitos do público LGBT e coordenador do PPS Diversidade.

Luciano Rezende

É prefeito reeleito de Vitória. Nascido no Espírito Santo e médico de profissão, foi deputado estadual e vereador na capital capixaba. Adotou uma gestão inovadora, o que lhe garantiu o equilíbrio das contas públicas mesmo com uma forte queda de receitas na capital. Mesmo assim, o município foi reconhecido como a melhor capital do País em saúde, educação, transparência e qualidade de vida, e ainda é uma das cidades mais atrativas para se investir.

Rafael Diniz

É prefeito de Campos dos Goytacazes no Rio de Janeiro. Nascido na cidade, é advogado. Sua vitória é considerada histórica por quebrar um ciclo de disputas vencidas por candidatos apoiados pela família Garotinho. Na eleição municipal do ano passado, ele venceu em todas as zonas eleitorais do município.

Yves Carbinatti

É vereador e cumpre o primeiro mandato na Câmara de Vereadores de Rio Claro, em São Paulo. Atleta profissional e técnico de desportos, é considerado um exemplo de superação após sofrer acidente que o deixou com lesões permanentes na coluna.

Luzia Ferreira

É presidente estadual do PPS em Minas Gerais. Bióloga e professora, foi deputada estadual e a primeira mulher a ocupar a presidência da Câmara Municipal de Belo Horizonte. Exerceu dois mandatos como vereadora e assumiu interinamente a prefeitura da capital mineira. Militou no movimento estudantil e lutou contra a ditadura militar de 1964.

Luiza Ribeiro

É advogada com ampla experiência em gestão pública. Foi vereadora em Campo Grande, secretária estadual de Justiça e Cidadania e superintendente do Procon-MS. Dirigiu a Fundação Social do Trabalho da prefeitura de Campo Grande. Sempre atuou na defesa das mulheres, cultura, sustentabilidade, comunidades indígenas e diversidade sexual.

Any Ortiz

É deputada estadual do Rio Grande do Sul. Nascida em Canoas-RS, é advogada. Foi vereadora em Porto Alegre onde atuou em defesa dos direitos do consumidor e humanos. Any também combate os maus tratos contra os animais.

Carmen Zanotto

É deputada federal pelo PPS de Santa Catarina em segundo mandato. Foi vereadora no município de Lages, secretária municipal de Saúde e secretária estadual de Saúde. Foi diretora de enfermagem do Hospital Nossa Senhoras dos Prazeres, em Lages-SC, e diretora administrativa do Hospital Geral e Maternidade Tereza Ramos.

Renata Bueno

É deputada italiana eleita pela União Sul-Americana dos Emigrantes Italianos. Filha do deputado federal Rubens Bueno, foi vereadora em Curitiba pelo PPS. Formada em direito, é natural de Brasília. Na Itália atuou firmemente na apuração da fuga do ex-diretor do Banco do Brasil, Henrique Pizzolato.

Sonia Francine Gaspar Marmo – Soninha Francine

É secretária de Assistência Social da cidade de São Paulo e vereadora da capital paulista. Formada em cinema, trabalhou como apresentadora, produtora e diretora de programas da MTV, na qual ganhou popularidade entre o público jovem. Foi candidata à prefeitura de São Paulo em 2008 e subprefeita da Lapa.

Abelardo Caminha

É presidente de honra do PPS de Pernambuco. Economista de formação, militou no PCB.

Gilvan Cavalcanti

É membro do Conselho Editorial da revista Política Democrática, da Fundação Astrojildo Pereira, e do Diretório Nacional do PPS. Militante histórico do partido, iniciou sua trajetória no PCB. Natural do Pernambuco, combateu a ditadura militar de 1964 e foi preso duas vezes por sua atuação política.

Paulo Elisiário

É membro do PPS de Minas Gerais e do Diretório Nacional do partido. Iniciou sua trajetória política no PCB e participou da fundação da legenda.

Moacir Longo

É presidente de honra do PPS de São Paulo. Jornalista de formação, foi eleito vereador e cassado pela ditadura militar na década de 1960 devido sua militância política no PCB. Preso político, foi torturado pelo DOI-CODI. Em 2013 teve o seu mandato restituído simbolicamente.

Adalberto Timóteo

É presidente de honra do PPS de Minas Gerais, militante histórico do PCB. Nascido em Alagoas, foi padeiro e funcionário público. Devido a sua atuação política, sofreu perseguição durante o período da ditadura militar.

José Lopes de Carvalho Junior – Juca Carvalho

É membro do PPS de Alagoas e militante histórico do PCB. Economista de formação e professor, iniciou sua trajetória política no movimento estudantil. Participou ativamente das lutas pela anistia aos presos políticos e pelo restabelecimento da democracia.

João Artur Almeida Pinheiro – Tuca Pinheiro

É membro do Conselho Fiscal da direção nacional do PPS. Administrador e jornalista, ingressou no PCB no fim da década de 1960. Lutou contra ditadura militar e foi preso pela atuação política. Participou ativamente do restabelecimento da democracia no País.

Francisco Inácio Almeida

É membro do Diretório Nacional do PPS. Jornalista de formação, ingressou em 1961 no PCB. Foi secretário particular do comunista histórico Luiz Carlos Prestes. Lutou pelo fim da ditadura e participou da fundação e estruturação do PPS.

Dina Lida Kinoshita

Ingressou no PCB em 1961. Militou na juventude no Movimento Estudantil secundarista e universitário e depois no movimento docente. É professora aposentada do Instituto de Física da USP, membro do Diretório Nacional do PPS desde 1992, e do Conselho Curador da Fundação Astrojildo Pereira.

Cléia Schiavo

É membro do Conselho Político do PPS. É graduada em Ciências Sociais pela Uerj (Universidade do Estado do Rio de Janeiro). Atualmente é professora adjunta da Uerj. Tem experiência na área de Sociologia.

Débora Albuquerque

Foi presidente estadual do PPS de Pernambuco e é secretária de Cidadania e Diversidade Cultural do Ministério da Cultura. Socióloga e especialista em administração pública, comandou a Secretaria Executiva de Defesa do Consumidor de Jaboatão (PE).

Irina Storni

É membro do Diretório Nacional do PPS e secretária adjunta da Secretaria Especial de Políticas paras as Mulheres. Formada em economia pela UnB, iniciou na política por meio da militância no movimento sindical. Ela é uma das idealizadoras da Coordenação Nacional de Mulheres do PPS.

Privacy Preference Center