Voltar para a página principal do Portal da FAP
 

 
Procurar filme na FAP

Procurar profissionais na FAP

Procurar na web

Powered by Google

 

 

FILMES

Resultados da busca:

Foram encontrados 36 registros.
Mostrando de 1 a 10.

A Cor do Seu Destino (Rio de Janeiro-Brasil, 1986)

Paulo é um adolescente próximo a completar sua maioridade. Vive a vida com muita energia: estuda, namora Helena, tem sua turma de amigos, curte o rock e a praia. Mas é para a pintura e o desenho que mais canaliza sua vitalidade. Ele não pode ver uma superfície branca que começa a rabiscar imagens e formas nas mais diversas cores. Suas pinturas falam de seus sentimentos, desejos, ansiedades, e também de sua história. Nascido no Chile, filho de mãe brasileira, Laura e pai chileno, Victor, Paulo veio para o Brasil aos 6 anos de idade, após a morte do irmão mais velho, num incidente político no Chile. Após 12 anos no Brasil, seu passado, temporariamente esquecido, vem à tona ao saber que sua prima Patrícia, uma jovem de sua idade da qual não se lembra, fora presa numa manifestação de rua contra o regime chileno. Subitamente, se vê envolvido pelas notícias que que vêm do país que deixara para trás há tantos anos, um Chile conturbado onde as pessoas convivem com a violência e o terror. Revive intensamente em sonhos e visões, o último ano que vivera naquela terra tão distante, da qual só distingue cordilheiras e a neve, e uma casa, e a tragédia que o fez sair de lá. Cresce de forma sufocante as lembranças do irmão, cujo retrato desenha de várias formas, na tentativa de recuperá-lo, de torná-lo presente. Paulo descobre também que sua namorada Helena mantém um relacionamento com Marcos, professor de sua escola, o que o deixa ainda mais confuso. A chegada de Patrícia ao Brasil após ser libertada, para passar uns meses com os tios, enquanto a situação no Chile se esfria - na tentativa de Paulo de juntar em sua cabeça esses dois mundos tão díspares. Apesar de diferentes, os primos se entendem imediatamente e juntos planejam retornar ao Chile. Ele quer descobrir afinal, quem ele é, quais são suas raízes. Quer crescer e sente que para isso precisa se livrar de seus fantasmas e aceitar as perdas impostas pela vida. Seu plano é frustrado por seus pais, que se recusam a dar-lhe as passagens, preocupados com as conseqüências de sua volta. Paulo se sente só. Nem mesmo as pinturas lhe trazem conforto. Num momento de abandono, chega a destruí-las, tentando apagar as imagens do seu passado e do seu presente. Mas é justamente através do uso das cores, sua verdadeira linguagem e única arma que Paulo, num ato de coragem e desespero, conseguirá expressar todo o sentimento de revolta, podendo, mais livre, iniciar uma nova etapa em sua vida. A partir de então, seus fantasmas já não são mais fantasmas; são lembranças. Finalmente, ele sente que já pode seguir em frente.


A Dívida da Vida (Rio de Janeiro-Brasil, 1992)
################


Anjos do Arrabalde - As Professoras (São Paulo - Brasil, 1986)

Anjos do Arrabalde é um drama realista que focaliza a vida de professoras de uma escola pública em um bairro periférico de São Paulo, e o esforço de quatro mulheres que tentam extrair sentido e dignidade de suas existências em um meio hostil. Dália, Rosa e Carmo foram colegas na Escola Normal e lecionam no mesmo grupo escolar do Estado, na periferia da cidade. Aninha é o personagem que, de certo modo, conduz a história. Vivendo uma sofrida relação com o operário João, ela é violentada por um garotão do bairro, sendo levada à delegacia, onde conhece Henrique, advogado, marido de Carmo. O bairro onde se movimentam todos é daqueles onde a classe média começa a se instalar, empurrando gradativamente as classes sociais mais baixas para regiões ainda mais distantes.


Barra 68 ( (Distrito Federal- Brasil, 2000)

Em três diferentes momentos - mas sempre no bojo da ditadura - a UnB (Universidade de Brasília) foi agredida com a invasão de seu campus por tropas militares. Primeiro, em 1964, logo após o golpe de estado, com forte repercussão em todo o país, e desencadeando acontecimentos que levariam à célebre diáspora de 1965, com a demissão voluntária de mais de 200 professores (entre outros Oscar Niemeyer, Athos Bulcão, Alfredo Ceschiatti, Paulo Emílio Salles Gomes), em protesto pelas perseguições de que eram vítimas. Recupera materiais filmados clandestinamente pelo então estudante Hermano Penna e investiga as memórias dos personagens da época. A crise surda que se seguiu emerge incontrolável em 68, com a explosão do movimento estudantil em relação ao assassinato de Édson Luís, no Rio de Janeiro, e inspirado depois pelos acontecimentos de maio, na França. A presença do francês Jean-Pierre Léaud (favorito de Godard e Truffaut) em debate na universidade, com o cineasta Cacá Diegues e dezenas de estudantes, assustou a ditadura militar, uma vez que o ator havia participado meses antes, em maio de 1968, das barricadas que marcaram o movimento por reformas na área de educação na França. Repetidos choques com a polícia dentro e fora da universidade deixaram em Brasília, um trágico saldo à Comunidade: um estudante morto e outro gravemente ferido à bala. O interregno só aconteceu com a promulgação do AI-5 que fechou o Congresso e instalou um regime de força, então sem disfarces. Quase dez anos depois, no limiar da abertura Geisel, Brasília assistiu impotente a mais uma ocupação da UnB por tropas desta vez solicitadas pelo próprio reitor, um capitão de mar-e-guerra. A firme resistência de professores e alunos marcaria para sempre a história da instituição com significativa repercussão na vida da cidade. Essa trajetória é resgatada através da urdidura de depoimentos, casos e histórias mesclados às raras imagens e sons que ficaram e perfazem, de uma época, uma memória imperfeita, mas sempre verdadeira.


Bicho de 7 Cabeças - Baseado no Livro Canto dos Malditos de Austregésilo Carrano (São Paulo - Brassil, 2000)
################


Brinquedo Popular do Nordeste (Ceará/Distrito Federal - Brasil, 1977)
################


Carlos Chagas, o Passado Presente (Belo Horizonte - Brasil, 1981)

Homenagem a Carlos Chagas no contexto de uma reportagem sobre o universo social da doença que leva o seu nome. Cientistas, políticos, sacerdotes católicos, camponeses, bóias-frias e operários de várias regiões de Minas Gerais, depõem, enfatizando os especialistas o caráter socio-econômico e político das condições de miséria rural em que prosperam os "barbeiros", insetos transmissores da doença de Chagas.


Carlota Joaquina, Princesa do Brasil (Rio de Janeiro - Brasil, 1995)

Espanha, 1975. A menina Carlota Joaquina, de apenas 10 anos, cumpre as etapas de um teste formal para sua aceitação na corte portuguesa como consorte do infante D. João. Aprovada com louvor pelo representante dos Braganças, a pequena descendente da Casa dos Bourbon parte para Portugal, trocando a alegria flamenca pela tristeza soturna da corte de Lisboa, onde seu futuro marido era conhecido pelo temperamento pacato e lerdo. Prtugal, 1808. A corte está sob o cerco do exército francês de Napoleão e pressionada pelo espírito expancionista da coroa inglesa. Após dilapidar o tesouro de Portugal e em barcar5 15 mil pessoas em algumas caravelas, D. João atravessa o oceano rumo ao Brasil. Soterrada pela diversidade racial que grassa sem preconceitos ao sul do Equador, a família real custa a imprimir o código da monarquia européia em seus novos súditos. É nesse ambiente que se formam os herdeiros da dinastia Bragança. D. João ganha ares de monarca; Dª Carlota, apesar de suas restrições aos negros, vive um tórrido romance com um jovem negro. Anos mais tarde, quando D. João retorna a Portugal, carregando o dobro de bens que havia trazido, Dª Carlota - não se sabe pelos se pelos misquitos que lhe devoraram a alma ou pelo calor tropical - joga fora os sapatos para não levar nenhum grão da tão odiada terra. "Desta erra não quero nem o pó".


Central do Brasil (Rio de Janeiro - Brasil, 1996)

Dora Escreve cartas para analfabetos na Central do Brasil, de onde saem os trens para a periferia do Rio de Janeiro e outro estados do país. Nos relatos que ela ouve e transcreve, surge um Brasil desconhecido, um comovente panorama da população migrante, que tenta manter laços com os parentes e o passado. Uma das clientes de Dora é Ana, que deseja escrever uma carta para o marido distante, acompanhada do filho Josué de nove anos. O Menino sonha em encontrar o pai que nunca conheceu. Na estação, Ana é atropelada e Josué fica abandonado. Mesmo a contragosto, Dora acaba acolhendo o garoto e envolvendo-se com ele. Dora termina por levar Josué para o interior do Nordeste, à procura do pai. À medida que vão entrando pasí adentro, esses dois personagens, tão diferentes, vão se aproximando. Começa então uma viagem fascinante pelo interior do Brasil, à procura do pai desaparecido. Também um a viagem profundamente emotiva ao coração de cada um dos personagens do filme.


Césio 137, o Pesadelo de Goiânia (Brasília DF - Brasil, 1989)

Césio (latim Caesiu Azul) S.M. Elemento de número atômico 55, pertence aos metais alcalinos, sólidos, brilhante, prateado. (Símbolo - CS), Elemento estranho a natureza, produzido artificialmente duranre a fissão nuclear do Urânio. Tem meia-vida de 135 anos e emite radiações Alfa, Beta e Gama. Um dos isótopos radioativos liberados pelas usinas nucleares. Usado na Medicina Nuclear (bomba de césio) para tratamento radiológico de tumores. Nas ruínas de um hospital demolido, biscateiros encontram uma peça de metal inteiramente vedada. O estranho objeto é comprado por um negociante de sucata que consegue abrir um orifício no metal e retirar pequenas pedras. As pedrinhas emitem uma luz fascinante azul e são distribuídas entre amigos, em um bairro de Goiânia. Em pouco tempo a doença e a morte atingem a todos que entraram em contato com a luz maravilhosa, revelando um acidente nuclear de trágicas conseqüências.


Próxima página Última página

Procurar por gênero
Ação
Animação
Animação/Documentário
Animação/Experimental
Aventura
Comédia
Comédia/Documental
Depoimento
Documentário
Documentário/Experimental
Documentario/Ficção
Documentário/Jornalístico
Documentário/Reportagem
Drama
Drama/policial
Fábula/Drama
Ficção
Ficção Científica
Ficção/Animação
Ficção/Comédia
Ficção/Drama
Histórico
Infantil
Policial
Romance
Suspense
Terror
 
Procurar por tema
A Educação e a Comunicação na Formação Cultural
A Justiça: As Leis e o Estado de Direito na Cidadania
A Migração e a Imigração - A Questão Político-Social e a Sobrevivência
A Natureza - A Ação do Homem e Seus Efeitos no Meio Ambiente
A Questão da Terra: Reforma Agrária, Invasões e Assentamentos
A Saúde: as Drogas e a Ciência - Leis e Responsabilidade Social
Arte
As Minorias e a Exclusão Social: o Idoso, o Índio, a Mulher, o Negro e os Portadores de Deficiências - Cinema Revela e Denuncia Trajetórias
Comportamento e Educação - Infância, Adolescência e Juventude: Visões e Versões da Sociedade e o Papel do Estado
Comportamento, Marginalidade e a Questão Psíquico-Social: Manicômio, Prisão e Prostituição
Economia, Trabalho, Sindicalismo e Luta de Classes na Hegemonia do Capital
Imprensa: Jornal, Rádio e Televisão - O Poder da Informação
Liberdade de Expressão: Religião e Intolerância
O Cinema, o Brasil e sua História: Colônia, Império e República - Que País é Este?
O Índio e sua saga: Da Colonização à Consciência Histórica da Cidadania
O Negro e a Escravidão: Suas Lutas e Conquistas
Peronalidades: Cinebiografia, Cultura, História e Memória
Política
Violência e Repressão: Contravenção, Delinqüência, Corrupção, Tráfico de Drogas e de Influências - As Leis e a Segurança na Ordem Pública